Compotas doces e geleias

>Compota de pêssego

>

Para aproveitar os pêssegos que apanhei no fim de semana, resolvi fazer um bocadinho de compota, primeiro porqe os pêssegos não se iriam aguentar muito tempo sem se estragarem e segundo porque são um bocadinho amorfos de sabor, muito pouco doces para o meu gosto.

Mas como o açúcar faz mal em demasia e cá em casa não entram produtos light, porque na minha opinião fazem pior do que os outros!!!!resolvi fazer uma compota light caseirinha, ou seja com muito pouco açúcar, para aquilo que é habitual.

Então para 1kg de pêssego descascado e sem caroço, deitei só meio kg de açúcar, usei do amarelo e uma casquinha de limão e um pau de canela.

Meti tudo ao mesmo tempo num tacho e levei ao lume até o pêssego estar cozido e deixei ganhar uma certa consistencia de xarope sem ganhar ponto, retirei a casca de limão e o pau de canela e triturei um bocadinho.

E já está, ficou delicioso, é uma compota que provavelmente não se vai conservar muito tempo, mas como é pouco e cá em casa nada dura muito, meti nums frasquinhos com tampa de metal, ainda bem quente e enrrosquei logo a tampa e depois de frio guardo no frigorifico

Anúncios
Olhares

>Sabores da primavera

>Depois de mais um sabado de chuva eis que o domingo amanheceu com um solzinho, meio timido, mas bom para uma incursão até á quinta para vêr o estado da produção, que já é autosuficiente habitualmente, mas com o mau tempo que tem estado, mais abandonada fica á sua propria sorte.

Mas para espanto dos vizinhos lá tudo produz bem, mesmo sem tratamento, é só plantar e esperar pelo tempo de colher heheheh!!!!!!!!

Mas com este tempo de chuva o que também lá produz em altissima escala é erva e caracois!!!! para os amantes do bichinho seria o paraiso, não é o meu caso!!!!

Então o que temos mais por lá!!??

As maravilhosas framboesas, ainda que poucas

Mirtilhos, coitadinhos completamente sufocados pela erva, maior do que o arbustinho, que ainda só tem meio ano, mas que já conseguiu mesmo assim dar meia duzia de bolinhas, não faço ideia se dará mais este ano!!!

Fisalis, as plantinhas também foram plantadas este ano, mas estão carregadinhas de flores e já têm até uns balõezinhos para dar frutos

Pêssegos, montes deles, madurinhos só que pouco doces, dizem que também é culpa do tempo!!!!

Alperces, estes sim bem docinhos, tanto que até já estavam muitos bicados dos passaritos.

E estas flores lindas são da planta das curgetes, que a julgar pelo numero de plantas e flores, se derem tanto como nos outros anos, penso que teremos que montar uma banca no mercado hehehe!!!!

Este é um marmelo baby, mas se tudo decorrer como é normal, ainda vai parar á panela para uma bela marmelada

Estes botões lindos, são os botões da desilusão!!!!!todos os anos se transformam em flores lindas, que anunciam belas romãs, mas que nunca chegaram a aparecer!!!!!

E muito mais, mas fica para a proxima

Doces de colher, Leite condensado

>Mousse de morangos

>Desde que comecei a dedicar-me ao blog, já engordei pelo menos um kilo e meio!!! e tenho feito só um bolo ou doce por semana e para além disso não exagero em nada, tento comer de forma mais ou menos equilibrada!!!!depois ainda ouço dizer por aí ás pessoas, que engordam e não é por comerem muito !!!!!!!!nem comem doces nem nada!!!!

Por isso já tinha decidido por agora não fazer mais doces, só que uma amiga convidou-nos para ir almoçar lá a casa, para comer uma picanha grelhada na brasa, como não gosto de ir de mãos a abanar, decidi fazer a sobremesa e como tinha cá em casa morangos, optei por fazer uma mousse de morangos.

Fui pesquisar aos meus apontamentos e ao sitio do costume, os blogs das minhas amigas e tudo que encontrei ou tinha 700ml de natas ou mais ou menos!!!!!!!!!!!!!! nem pensar!!!!então decidi fazer uma adaptação á mousse de manga que já está por aqui.

500gr de morangos
Uma lata de leite condensado
4 iogurtes naturais
4 folhas de gelatina
Sumo de meio limão

No copo liquidificador, meti os morangos lavados e sem os pés, junto com o leite condensado e triturei, até ficar em creme.
Juntei os iogurtes só no fim e misturei mais um bocadinho, para não ficar muito liquido.
Demolhei as folhas de gelatina e aqueci sumo de meio limão, para as derreter e juntei.
Vai ao frigorifico.

No dia seguinte, quando a mousse já ganhou alguma consistência decorei com uns moranguitos que tinha guardado.

Carnes

>Frango com Ervilhas de cavaca

>Lá na minha terrinha estas eram as ervilhas que se usavam mais antigamente, em minha casa nem conhecia as das bolinhas, porque a minha mãe não gostava delas.
O nome não sei de onde vem, mas é assim que são conhecidas por lá.

Nestas ervilhas utiliza-se a casca que envolve as bolinhas também e utilizam-se exactamente para o mesmo das outras, seja para arroz, carne, sopa………

Eu cá em coimbra nunca comprei, mas sempre que vou lá á terrinha e as vejo no mercado compro, e foi o que fiz numa das ultimas vezes que fui.

Estas fiz com frango, e o unico segredo é que as ervilhas só se podem meter na panela, quando faltarem uns minutitos para o cozinhado estar quase pronto, porque se não corre-se o risco de ficarem em papa e no fim sobram só fios o que é desagradável.

O frango fiz como outro frango qualquer, alho, cebola, tomate, cenoura, azeitinho, tudo bem apuradinho e já está ……..

Por isso no fim do frango estar bem estufadinho e o molho apurado, juntar as ervilhas, sem as pontas e sem os fios e deixar cozinhar só mais uns minutos até estarem macias ou al dente conforme o gosto.

Viagens-Plasencia

>Plasencia

>Um breve olhar sobre a bela cidade de Plasencia .

É um município da Espanha na província de Cáceres, comunidade autónoma da Extremadura, é o segundo núcleo urbano mais povoado desta província e o quarto da Extremadura, fica situada perto da fronteira de Penamacor.
Afonso VIII rei de castela que fundou esta cidade e a porta do sol, uma das entradas na cidade muralhada

É uma cidade que tem um centro histórico bastante interessante e bem cuidado.
O aqueduto do sec.XVI muito bem preservado

A camara municipal, situada na Plaza maior
Pormenor da torre com o seu guardião
Um bocadinho da Plaza Maior

Palácio Marques de Mirabel, actualmente um “Parador nacional”, penso que o equivalente ás nossas pousadas

Fachada da Catedral nova

Praça da catedral

Interior da catedral velha


Casa del Dean

Mais uma igreja, da qual não me lembro do nome, mas que tem um interior muito bonito.
Uma escultura numa das entradas da cidade muralhada
Massas, Peixe

>Massada de Robalo

>Reparei há pouco tempo que tenho aqui colocado muitas coisas com arroz de acompanhamento, até parece que é o meu prato favorito e está muito longe disso!!!!

O que eu gosto mesmo é de massa só que ainda não tinha tirado fotografia nenhuma das minhas massadas.
Esta de robalo fiz igual a todas as massas de peixe, seja de tamboril, seja de maruca ou outro, ou até de cabeça de corvina ou outra.
Primeiro cozer o peixe, em água temperada com sal, um raminho de coentros, uma folhinha de louro, ou outros temperos a gosto

Depois de arrefecer escolhem-se as peles e espinhas e reserva-se.
Entretanto pica-se uma cebola e 3 dentes de alho para o tacho com azeite e vai a alourar, junta-se um bom tomate bem madurinho, e vai-se regando com o caldo onde se cozeu o peixe.

Depois de tudo bem apuradinho, junta-se a massa e quase no fim juntam-se os pedaços do peixe e coentros picados.
Legumes

>Ratatouille

>Cá em casa gostamos muito de guisados com legumes e uma coisa que faço muitas vezes, mais no verão, é ratatouille, que aprendi a fazer em frança com uma tia já há uns anitos.

1 cebola
1 courgete
1 beringela
1 pimento verde
2 tomates
3 dente de alho
azeite e sal q.b.

Em primeiro corte a cebola grosseiramente. Frite-a junto com o alho no azeite em lume brando numa caçarola grande durante uns minutos, depois junte o pimento também cortado, ao qual se retirou as sementes.

Entretanto, lave a beringela a courgete e corte-as em cubos e adicione-os à caçarola, pele o tomate, corte-o em quartos e junte também.

Tempere com sal e pimenta a gosto. Mexa bem.

Deixe então cozer lentamente, tapado durante 30 minutos. Se for necessário, pode-se juntar um pouco de liquido, mas normalmente não é necessário, porque os legumes largam liquido suficiente.

Há quem tire a casca á curgete e á beringela, eu nesta tirei á beringela, porque estava um bocadito velha, mas normalmente não retiro e também não coloquei em sal antes como se costuma fazer para outras receitas.

Eu por vezes junto soja previamente demolhada, é uma variante que fica bem, saudável e practica, porque evita ter que se fazer outro tipo de acompanhamento, de carne ou peixe.