>Risotto de Palmito – Dia branco

>

Mais uma contribuição para o desafio que a amiga Mary lançou, para colorir o arco-iris gastronómico.

Depois de cores bem alegres temos agora o branco, eu mais uma vez tentei fugir dos docinhos tão apetecidos e de branco as opções eram muitas, mas optei por experimentar o palmito, muito pouco frequente na nossa gastronomia, uma coisa de que já tinha ouvido falar, mas que nunca tinha provado, mas depois de provar fiquei fã.

O palmito é um alimento obtido da região próxima ao meristema apical, do interior do pecíolos das folhas de determinadas espécies de palmeiras (ou popularmente, o “miolo” da palmeira). Trata-se de um cilindro branco contendo os primórdios foliares e vasculares, ainda macios e pouco fibrosos.

O meu risoto é uma mistura de receitas que pesquisei na net e um bocadinho também de outros risotos que costumo fazer.

1 chávena de arroz risoto
1/2 cebola
1/2 frasco de palmito de conserva
1/2 chávena de vinho branco
2 e 1/2 chávenas de água
1 cubo de Knorr de galinha
1 colher de sopa de manteiga
2 colher de sopa de azeite
Queijo ralado a gosto

Primeiro picar a cebola bem fininha e levar ao lume a alourar na manteiga e azeite.

Juntar o arroz e mexer sempre até absorver a gordura toda e começar a ficar transparente.

Juntar então o vinho com cuidado porque borbulha muito e mexer sempre até secar completamente.

Juntar então caldo de carne, feito com a água e o cubo Knorr, a ferver aos poucos e sempre a mexer.

Quando o arroz está quase cozido e já absorveu a maioria do liquido, juntar o palmito aos cubinhos ou ás rodelas, eu meti cortado das duas maneiras e aos cubinhos desaparece.

Continuar sempre a mexer, para não pegar ao fundo do tacho e por ultimo juntar o queijo ralado e envolver bem. Eu usei uma mistura de queijos ralados, que inclui chedar, mozzarela, parmesão e emental e polvilhei também no prato.

Ficou muito bom e cremoso.

Anúncios

28 comments

  1. >Amiga, que risotto tão mimoso, ficou super apelativo! É a 2ª receita que vejo hoje com palmito, e aguçaram-me a curiosidade!Acho que nunca vi tais frasquinhos, mas não como investigar!heheheUma sugestão muito suave e deliciosa! Feliz Dia Branco! 🙂

  2. >Alcina, agora com mais calma é que estou a conseguir ver as participações.Gostei muito da tua versão salgada e parece resultar muito bem mesmo sem verdes.Vou adaptar a tua receita (substituo o caldo de galinha por caldo de legumes) e introduzir alho francês e queijo.bjs

  3. >Olha os palmitos!!Uma vez vi num programa da Discovery o processo de "fabrico" dos palmitos e fiquei curiosa. Já olhei para eles no supermecado mas nunca tive coragem de comprar…Sabem a quê?Beijinhos

  4. >Meninas obrigado pelos coments.Mary os frasquinhos encontram-se no sitio do costume, na zona dos enlatados e conservas tipo pikles e espargos.Borboleta, pois a imaginação é fertil e cada um adapta aos seus gostos e fica muito bem assim só com vegetais e bem branquinho.Para quem nunca provou prove, porque o sabor não sei definir, mas é bom e eu gosto particularmente da textura, nada a ver com alho francês, só na forma cilindrica e na cor branca :-)bjs

  5. >Olá Alcina. Vim agradecer e retribuir a sua visita no figo. Não conhecia o seu blog e voltarei mais vezes já temos 3 coisas em comum: o gosto pela arte, por viagens e por gastronomia. : )bj

  6. >Eu nem acredito que desta vez consegui entrar no teu blog sem problemas!!Tem sido uma odisseia tentar entrar, ler o artigo do dia da cor e finalmente comentar!!Isto porque dá erro no internet explorer e apaga a página. Mas não é o único! Pois também não consigo aceder ao da Argas e ao da Claudia M., de vez em qdo.Enfim, tanto sofrimento só para te dizer que achei a tua participação branca SUPER ORIGINAL!!! Já comi palmito mas apenas na salada e nunca num arroz. Bem lembrado o palmito! 5 estrelas!

  7. >Canela e carlinha obrigadoGina o arroz de palmito fica muito bom, onde o provei foi no santagula lá em S. paulo.Ana eu também fiquei fãFátima, em salada ainda não fiz, mas lá no brasil comi bastante e gostei.Tangerina (carlota) obrigado e volte quando quizer:-)Anna esquisito pero bueno ;-)Luciana obrigado.Argas vale sempre a pena experimentar sabores novos :-)Margarida obrigado, quando tiver um tempinho tenho que lhe fazer umas visitinhas também :-)Ameixinha, vale a pena experimentar, pena que por cé é carito, pelo menos no sitio do costume onde comprei :-(Rute até fiquei banza com essa noticia 😦 é que se o meu bloguinho avaria entro em deprééé, nem sei por onde procurar esses erros!!! eu entro bem, mas a verdade é que ás vezes também tenho dificuldade em entrar em alguns blogs, normalmente clico na seta retroceder e resulta!!Obrigado pelo aviso, já estive a fazer umas alterações na barra lateral a ver se melhora!!bjinhos para todas

  8. >Ai, ai, ai… adoro palmito assim, cremoso. Vou ter que fazer esse prato urgentemente! Adorei participar pela primeira vez do dia do branco e já estou planejando o dia do castanho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s