Bolos, Chocolate

>Bolo de chocolate

>Este bolo que tinha feito para casa, acabou por ir para para a escola para substituir o outro que teve o acidente pintarólico.
É um bolo é muito bom e já o tinha feito aqui .

5 Ovos
125 gr de açúcar
200 gr de chocolate em tablete
100 gr de manteiga
80 gr de farinha

Derreter em primeiro o Chocolate e a manteiga em banho maria e separar uma chávena de café deste molho.
Bater bem as gemas com o açúcar e juntar o chocolate derretido.

Por ultimo envolver a farinha e as claras batidas em castelo.

Coze em forno a 200º durante meia hora, em forma untada e polvilhada de farinha.
Retira-se desenforma-se e cobre-se com o chocolate que se reservou (se for necessário voltar a aquecer)

Anúncios
Olhares

>Flores para a Gina

>Este post é dedicado á amiga Gina e as suas artes para descobrir as flores mais bonitas.

Tenho este cacto há anooosss na minha varanda e nunca tinha dado um arzinho da sua graça mas no ano passado pela primeira vez deixou a vergonha de lado e mostrou-nos a sua flor.

Depois de cortar a flor ramificou e este ano repetiu a proeza e deu duas flores, ao contrário dos outros cactos em que a flor só dura uma noite esta mantem-se durante semanas.

Este cacto, foi-me dado por uma amiga que o tinha como sendo uma raridade e a verdade é que nunca vi nenhum a vender nas lojas da especialidade, fica o mistério para a Gina resolver se é de facto raro ou se é vulgarissimo 🙂

Bolos, Chocolate

>Bolo de chocolate e amêndoa

>Este bolo fiz para levar para a escolinha no aniversário do meu pequenito, é um bolo muito suave e bom, o recheio não fiz, por ser para crianças e eles normalmente gostarem de coisas mais simples e a cobertura fiz diferente também desta receita original, para não ter uma sobrecarga tão grande de chocolate.

Com estas alteração todas próprias para crianças, o bolo acabou por ser comido em casa!! por causa de um acidente próprio de falta de experiencia no manuseamento de decorações complicadas.
Então a receita original, passo na integra, porque fica muito bom, para quem quiser experimentar.
Bolo:
200 gr de chocolate negro
5 ovos
150 gr de açúcar
100 gr de manteiga
100 gr de amendoa moida
75 gr de farinha
1 colher de café de fermento

Recheio:
250 ml de natas
6 colheres de sopa de açúcar

Cobertura:

200gr de chocolate negro
2 colheres de sopoa de manteiga.

Eu substitui por esta:

1 chávena de leite
1 colher de sopa de maisena bem cheia
3 colheres de sopa de chocolate em pó

Derreta o chocolate e a manteiga em banho maria e deixe arrefecer um pouco.

Bata as 5 gemas com o açúcar e junte o chocolate.

Adicione ao preparado anterior a farinha, a amêndoa moida e o fermento.

Bata as claras em castelo e incorpore até obter uma massa uniforme.

Deite a massa numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha.

Leve a cozer em forno pré-aquecido a 180º durante mais ou menos 50 min. eu normalmente cozo a 200º durante 30 min.
Deixe arrefecer e desenforme e depois de estar frio corte ao meio e recheio com as natas batidas com o açúcar, eu esta parte passei.

Para a cobertura se usar o rcheio indicado no original é só derreter em banho maria o chocolate e a manteiga.
O que eu fiz é só levar ao lume o leite e quando já estiver quente juntar a maisena dissolvida num bocadinho de leite frio e o chocolate em pó de mexer até engrossar e a farinha estar cozida.
Como era para levar para a escolinha resolvi decorar com umas pintarolas e umas formiguinhas ás cores, só que nem pensei num pormenor, que se revelou “pormaior” meti as ditas cujas com o creme ainda quente e levei ao frigorifico, na hora de ir para o destino retirei-o e qual não é o meu espanto as cores tinham desbotado!!!derreteram e escorreram pelo bolo fora, criando um aspecto de bolo estragado!!!! alteração de planos e o bolo comeu-se em casa!!!
E o aspecto final!!!

Entradas e petiscos, Saladas

>Saladinha de polvo

>Esta é uma salada bem tipica cá por terras lusas, para petisco ou para servir de entrada.

O segredo não é nenhum, simples e fácil de fazer.

1 polvo
1 cebola
2 dentes de alho
umas folhinhas de salsa ou conetros
Oregãos, não sei se costuma levar, eu uso.
Azeite e vinagre

Cozer o polvo e deixar arrefecer.

Cortar o polvo aos bocadinhos e meter numa taça e temperar, com a cebola e o alho picado e com os restantes temperos.

Deixar de preferencia de um dia para o outro para ganhar o sabor do tempero e já está.

Olhares

>Mais um aniversário…

>Do meu Bloguinho que hoje é pequenino 🙂

Este é um mês de aniversários, para além de mim, do meu menino e de alguns primos e amigas também o meu bloguinho faz hoje dois aninhos.

Pois é começou quase por brincadeira com este arrozinho-doce, depois de experimentar vários sites de alojamento, varios titulos e temas misturei na panela um pouco daquilo que eu mais gosto de fazer.

Umas pinceladas nas minhas telas
Uns Km de mundo percorrido
Umas gramas de bons ingredientes
Uns decibeis da minha musiquinha favorita

Com muita Paciência, perseverança e querer q.b.

Resultou esta mistura que me tem mantido presa ao monitor há já dois anos

No inicio quando pensei fazer um blog estava longe de imaginar a dimensão que iria tomar, não só pelos números, mas pela interacção que se gera entre os autores de blogs de todos os cantos do país e do mundo.

É com muita alegria que posso dizer que tenho aprendido muito, com muitas pessoas aqui, não só a nível de culinária, mas também a nível informático, pela disponibilidade das pessoas para ajudar, a troco de nada.

É uma relação engraçada esta de pessoas que se vão conhecendo virtualmente aos poucos e que em muitos casos acabam por se encontrar fisicamente, como foi o meu caso com a querida Neyma no Rio de Janeiro, ainda que alguns amigos tenham achado que eu era doidinha varrida!!!! ir encontrar-me com uma pessoa “desconhecida” -conhecimento da net!!! e logo no Rio de janeiro!!!! pois fui….. e conheci uma pessoa maravilhosa, uma ajuda preciosa para a minha visita á cidade maravilhosa, pelas dicas que me deu.

Para o futuro, provavelmente não terei tanto tempo disponível para me dedicar ás lides bloguisticas, outros valores mais altos se levantam, mas vou tentar manter a página activa, nem que seja num ritmo mais reduzido.

Porque é uma coisa de que gosto muito,
Pelas amizades que criei por aqui,
Pelas ideias para -o que fazer para jantar?! que encontramos sempre nos blogs amigos,
Pela amiga que reencontrei depois de tantos anos de afastamento e que me encontrou por acaso, quando procurava uma receita tipica da nossa zona

e por tudo…..

Em jeito de balanço fiz uma pequena estatistica dos dados que consegui recolher, nas aplicações e outros mesmo á mão.

Foram dois anos de intenso trabalho 🙂

Num total de 306 mensagens postadas

Das quais resultaram 2.128 comentários deixados por alguns

Dos 53.220 visitantes

De 92 paises, dos quais os mais representativos são Portugal 69% e o segundo lugar para o Brasil 10%

Uma colagem com um pouco dos posts mais comentados, neste caso posso referir que os mais comentados foram os postados nos dias coloridos e isso deve-se á belissima ideia da amiga Mary, que para além de nos fazer puxar pela imaginação e exercitar os nossos neurónios, fomenta uma grande interacção entre os blogs participantes.

Outros posts também sempre muito comentados são os de viagens, talvez porque é uma coisa que nos liberta o imaginário e a vontade de partir á descoberta.

Entradas e petiscos

>Folhadinhos de salsicha, fiambre e queijo

>

Estes folhadinhos muito fáceis fazem sempre muito sucesso e são bastante rápidos, para quando se tem muita coisa para fazer.

2 placas de massa folhada fresca ou congelada.
1 embalagem de Salsichas pequeninas
100 gr de fiambre
100 gr de queijo fatiado a gosto.

Cortar a massa em pequenos quadrados ou rectangulos na medida desejada.

Enrolar as salsichas e fazer almofadinhas com o queijo e fiambre.

Para colar os bordos pode-se pincelar com gema de ovo ou molhar os dedos comum bocadinho de água e pressionar.
Eu polvilhei alguns com sementes de sésamo e para que estas colem bem, deve-se pincelar a massa com gema de ovo, que também dá uma cor diferente no fim, eu como já não tinha ovos pincelei muito ligeiramente com água.
Levar ao forno em tabuleiro untado ou forado com papel vegetal.

Com a massa que sobra e já não tem grande utilidade fiz uns enroladinhos com queijo.

Bolos, Chocolate

>Bolo Mousse de chocolate

>Mais um bolinho de chocolate, na ultima semana, penso que fiz mais bolos de chocolate do que nos ultimos anos, este chamei-lhe assim, porque a autora deu um nome mais artistico ao post e não lhe atribuiu nenhum nome próprio ao bolo.

Este foi para comemorar o meu aniversário e como o reportório de bolos de chocolate cá de casa já estava todo esgotado, resolvi procurar nos blogs amigos e foi no da Claudia que encontrei a sugestão que me fez abrir o apetite.

A receita da Claudia
5 ovos grandes (gemas e claras separadas)
5 colheres de sopa de açúcar
200 gramas de chocolate amargo com pelo menos 57% de sólidos de cacau
150 gramas de manteiga sem sal

A Claudia é sempre muito exigente com o tipo de chocolate e com a percentagem de cacau que usa, neste usou chocolate com 60% de cacau, eu usei mesmo o da nestlé que se vende por aqui que só tem 53% de cacau.

Primeiro derreter o chocolate e a manteiga em banho maria em fogo baixo.
Mexendo sempre a para ajudar a derreter mais rapidamente e evitar que a mistura fique demasiado quente.
Vá mexendo até que forme uma mistura homogênea e reserve.

Bater as claras em em castelo.

Depois bater as gemas com o açúcar até que elas dobrem de volume e fiquem clarinhas.

Adicione a mistura de chocolate à mistura de gemas e com um batedor de mão bata até incorporar totalmente, eu bati com a batedeira electrica.

Por fim adicione as claras à mistura aos poucos, mexendo com uma espátula ou colher de pau. Mexa cuidadosamente para não retirar todo o ar da mistura.
E temos uma mousse de chocolate deliciosa.

Eu retirei desta mousse 5 colheres de sopa para uma taça para a cobertura, uma vez que também não queria um bolo muito grande.

O restante da massa transferi para a forma untada e levei ao forno pré-aquecida a 180C por 20 minutos.

No fim de desenformar, deixei arrefecer e cobri com a mousse de chocolate que tinha reservado.

Ficou uma delicia, uma textura densa e aveludada como a Claudia disse, para nós um pedacinho só não chegou, porque fica tão bom que é viciante 🙂