>Bolo tang

>A minha mãe sempre disse que eu tenho mais olhos que barriga, sempre desejei muita coisa que depois detestava, para comer claro, se via uma papa nova pedia e detestava como todas as outras papas, se via um bolo apelativo queria e depois não comia e por aí vai…

Agora continuo na mesma, há tempos que andava com esta ideia do bolo de tang na cabeça, desde que vi bolos de coca-cola, de gelatina e de tang, meti na cabeça que tinha que experimentar, ainda que cá em casa não seja muito adepta deste tipo de concentrado de sumo, porque penso serem só corantes e açúcar e mais uma carrada de éesss, lá comprei o pacotinho para experimentar.

A receita encontrei-a por aí na net, já nem me lembro onde e resolvi fazer de morango porque o pequenito adora morangos, pensei eu num bolinho bem cor-de-rosinha e bem bonitinho e a verdade é que ficou muito bonito, mas é mesmo só bonito, pelo menos para mim, á primeira dentada detestei e o meu menino idem aspas, deu uma trinca e disse que não queria mais –  olha mãe a minha barriga está gorda, já não tenho fome 🙂

Uma coisa que me pareceu é que há qualquer coisa que aviva o sabor não de morango mas do óleo!! que já de si eu detesto pôr nos bolos, mas que normalmente nem se encontra o sabor.

Bem a receitinha foi esta, para o caso de alguem se querer aventurar.

200 gr de açúcar
300 gr de farinha
4 ovos
1 dl de óleo
1 colher se chá de fermento
1 dl de água
1 pacote de tang, eu usei de morango

Bater muito bem os ovos inteiros com o açúcar até dobrar o volume e juntar em seguida o óleo, o tang dissolvido na água e por ultimo a farinha envolvida com o fermento.

A massinha ficou logo com uma cor espectacular,  e o meu batedor de ovos oficial perguntou se afinal era um pudim ou um bolo, começou logo a estranhar a coisa 🙂

Levar ao forno em forma untada de manteiga e polvilhada de farinha, durante 30 min a 200º

Fica muito bonito e bem cor de rosinha

Mas o sabor e a textura são meio estranhos, muito artificial, tipo aqueles bolos de compra em pacotinhos.
Quando eu era pequena a minha mãe dizia que era o meu irmão que me salvava de comer as coisas que pedia, agora não sei quem me vai safar de comer este, porque o desagrado foi geral 🙂
Anúncios

11 comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s