Caril, Peixe

>Caril de lulas e camarão

>Cá em casa somos fãs de caril e o Mi também come bem e gosta, ás vezes até pede molho coisa que ele nunca quer noutros pratos, neste eu evito dar-lhe por causa das especiarias.

Este prato saiu com camarão, porque as lulas eram congeladas e encolheram tanto que por pouco só tinhamos aroma de lula.

Fiz do mesmo modo que faço sempre o caril, á minha maneira, com umas dicas daqui e outras dacoli.

Neste inovei no leite de coco, em vez de usar leite de compra que não tinha em casa, juntei 2 colheres de sopa de caril desidratado e meio copo de leite meio gordo.

Lulas q.b. ter em atençaõ que encolhem bastante
Camarão congelado descascado q.b.
1 cebola média
3 dentes de alho
1/2 copo de polpa de tomate com alho e cebola.
Azeite q.b.
2 colheres de sopa de coco em pó
1/2 copo de leite meio gordo
1 colher de chá cheia de caril

Fiz um refogado normal com a cebola, o alho, o azeite e a polpa de tomate.

Juntei as lulas e deixei cozinhar até estarem macias.

Juntei entretanto o copo de leite, o coco ralado e o pó de caril e deixei apurar o molho.

Quando tudo já estava quase no ponto juntei o camarão, para não ficar muito cozinhado e por isso seco.
Com arroz branco fica muito bem para ensopar o molho, o que ficou em falta foram mais uma vez os coentros frescos, porque raramente compro, aida que goste bastante, só que quando compro nunca é oportuno e acabam por se estragar ou congelo e depois de congelados não têm metade do sabor.
Anúncios
Caril, Peixe

>Caril de peixe

>

Tenho uma colega moçambicana que para além de gostar muito de picantes, adora caril e tem-me metido o vicio, com uns pós de caril que compra em lojas da especialidade sempre que vai a Lisboa e dos quais me vai dando umas amostras para provar.
A ultima amostra que me deu, foi um pó de caril especial para peixe, eu nem sabia existir diferença entre pó para peixe ou carne, mas lá resolvi experimentar.
Nunca tinha feito ainda caril cá em casa, desde que tenho o meu menino, mas como ele no geral gosta de tudo arrisquei, quando provei achei que tinha sido má ideia, porque estava picante e a minha amiga não me tinha avisado, meti logo umas salsichas de prevenção para o caso da coisa dar mau resultado, mas não foi preciso.
O peixe que usei foi o tamboril, porque tinha uma metade de um no congelador já há algum tempo e é bom porque tem poucas espinhas.

Tamboril
1 cebola média
3 dentes de alho,
100 ml de polpa de tomate com alho e cebola
1 colher de chá de caril para peixe.
100 ml de leite de coco.
Azeite e sal q.b.

Partir em pedaços e temperar o peixe com uma horinha de antecedência, neste caso temperei só com sal.

Refogar em azeite a cebola e o alho bem picadinhos, juntar o peixe e deixar dourar um bocadito.

Juntar a polpa de tomate e meio copo de água e deixar o peixe cozinhar em lume brando.

Juntar o leite de coco e o pó de caril e deixar apurar o molho.

Servir com arroz branco
Para terminar em grande, faltou polvilhar com coentros frescos, que não tinha e por isso não usei.
O pequenito gostou bastante, só pediu águinha logo no inicio e nem lhe meti molho, para minimizar o picante, mas comeu bem.
Caril, Moluscos/cefalopodes, Peixe

>Caril de lulas

>Resolvi fazer estas lulas com caril, porque tenho um frasquinho, que uma colega me deu e como o pó é precioso, porque veio de moçambique, não se pode estragar.

Fiz então como ela me ensinou a fazer o frango, porque achei que devia ser o mesmo

2 tubos de lula grande congelada
1 cebola média
3 dentes de alho muito finhinhos
1 tomate grande bem madurinho congelado
2 colheres de café de caril
Uma pitada de caril picante
Um bocadinho de gengibre fresco ralado
Óleo

Piquei a cebola e o alho e meti a alourar em óleo, porque segundo ela não se usa azeite no caril.

Depois meti lá dentro as lulas partidas ás tirinhas, deixei cozinhar um bocadinho e juntei o tomate sem peles e partidinho aos bocadinhos.

Deixei cozinhar tudo de maneira a que as lulas ficassem macias e fui juntando uns borrifos de água, porque também ela diz que não se deve juntar vinho.

Juntei o caril e o gengibre ralado e deixei a apurar em lume brandinho, o molho ganha uma consistência cremosa.

Servi com batata cozida, embora o caril combine melhor com arroz, eu gosto mais de batata e também não ficou mal.

Este caril não leva leite de coco, porque esta minha colega diz que lá na terra dela não o usavam para fazer o caril e como foi ela que me ensinou, fiz assim.

Caril, Carnes

>Caril de frango

>Hoje resolvi inovar, fazer uma coisa completamente diferente do habitual e sem grandes fãs cá em casa CARIL.

Então seguindo os ensinamentos da minha colega moçambicana e utilizando um pó de caril vindo directamente de lá que ela me deu, fiz um caril de frango.

Piquei uma cebola média e três dentes de alho muito finhinhos e coloquei a alourar num bocadinho de óleo (não se usa azeite)depois meti lá dentro o frango sem peles e partidinho aos bocadinhos e uma batata média cortada aos cubinhos e um tomate grande bem madurinho congelado e só um borrifo de água.

Deixei cozinhar tudo um bocadinho e deitei então o caril, duas colheres de café e uma pitada de caril picante e uma pitada de raspa de gengibre fresco ralado

Deixei tudo a apurar em lume brandinho.

Acompanhei com arroz branco só aromatizado com um bocadinho de cebola e cravinho.