Doces de colher, Gelados

>Semifrio de framboesa

>Este semifrio retirei do blog da Claudia ainda que o dela seja de mirtilhos eu fiz de framboesa, mais fácil de encontrar por aqui, ainda que desta vez também não encontrei frescas e tive que usar das congeladas.

Tenho uma prima a quem já dei o link do blog dela  e já fez várias vezes e adorou, eu demorei tanto tempo a experimentar não porque não goste do aspecto mas porque só de olhar para a receita fico logo sem vontade, 500ml de natas e 250 de iogurte grego (bastante gordo) faziam-me fugir, mas quando se trata de dar a comer a muita gente a coisa dilui-se mais e lá resolvi fazer e também fiquei fã.

200gr de framboesas+uma chávena
500ml de natas
250gr de iogurte grego
100gr de açúcar em pó + 5 colheres 
2 gemas
2 colher de sopa de sumo de limão
4 colheres de sopa de água

Em primeiro lugar preparar uma calda de framboesa, para depois deixar a arrefecer enquanto se prepara o creme.

Levar ao lume 200gr de framboesas, com 4 colheres de sopa de água, 1 colher de sopa de sumo de limão e as 100 gr de açúcar.
Quando levantar fervura, baixar o lume e deixar ferver durante 5 min.

Depois coar a calda, por causa das sementes das framboesas, eu coei por um coador de rede , mas mexi muito bem com uma colher a polpa no coador, para aproveitar ao máximo, depois deixar repousar e arrefecer.

Entretanto prepara-se o creme.

Bater os 500 ml das natas em chantilly.
Numa taça grande juntar o iogurte grego com as 5 colheres de açúcar bater bem e juntar as gemas ligeiramente batidas, o sumo do limão e envolver bem com cuidado .

No fim juntar a calda das framboesas, bater muito bem e por ultimo envolver o chantily.

Forrar uma forma de bolo inglês com pelicula aderente e colocar uma camada de creme no fundo.
Por cima colocar suspiros partidos aos pedacinhos e framboesas inteiras, nova camada de creme e nova camada de suspiros e framboesas até terminar com creme.

Vai ao congelador de um dia para o outro ou até solidificar, retirar 15 min antes de servir

Anúncios
Doces de colher, Gelados

>Gelado de Toranja – Dia Rosa

>

Este gelado, que não era para ser e foi, deu um filme cá em casa, porque depois de seguir a receitinha á risca a coisa não dava certo de jeito nenhum e como a participação para o Dia-rosa da amiga Mary estava já em cima da hora e não podia falhar, porque já não tinha tempo para mais nada foi uma luta até á ultima 🙂

Então depois de andar um dia inteiro de volta da coisa até o marido já perguntava
– Mas o que é isso!!??
– É isso para o dia rosa!!??
– Tens cá uma paciência!!

Pois é até ele já se interessa pelos dias coloridos hehe

Bom mas a Toranja porquê!! primeiro porque nunca tinha provado, segundo porque estamos em época de contenção alimentar, porque a viagem ao brasil fez muitos estragos e porque na minha procura por uma receitinha ideal para este dia encontei esta e pareceu-me bem.

3 folhas de gelatina incolor(usei4)
1 folha de gelatina vermelha
2 toranjas
2 dl de natas (usei light)
50 gr de açúcar em pó
1 colh.de sobremesa de açúcar baunilhado

Mergulhe as folhas de gelatina em água fria. De seguida, lave as toranjas e abra-as ao meio.
Retire a polpa com cuidado para não danificar a casca.

Esprema a polpa retirada de modo a obter 2 dl de sumo, eu espremi na centrifuga e deu.
Deste sumo retire duas colheres para derreter a gelatina, para isso aqueci o sumo no microondas.

Junte o restante sumo ás folhas derretidas e reserve.

Bata as natas e quase no fim acrescente o açúcar em pó e o baunilhado.

Envolva o preparado com o sumo e leve ao frigorifico até prender.

Transfira o creme para um saco de pasteleiro com bico frisado e encha as cascas das toranjas.

Reserve no frigorifico até ficar firme e decore com gomos de toranja.

Esta é a receita, só que o creme nunca prendeu o suficiente para encher as cascas de maneira a ficar acima da mesma, ou seja á medida que eu ia enchendo aquilo saia tudo, mesmo depois de juntar a 4ª folha de gelatina, numa tentativa de que resultasse.

Como não resultou, foi para o congelador e ficou como se vê.

É bom para quem gosta de toranja, não foi o meu caso, é bom também para regimes dietéticos, porque tem muito poucas calorias.

Em alternativa assim geladinho fica bom misturado com uma bolinha de outro sabor mais docinho que foi o que fizemos cá em casa:-)

P.S. Já regularizei as fotografias do dia amarelo, hoje fiz um quindim para levar para a festa de primeira comunhão do meu afilhado e já fiz a reportagem.
Doces de colher, Gelados, Leite condensado

>Gelado de belinhas

>Fiz este gelado para levar para casa de uns primos, porque o primo, desde que o comeu cá em casa há uns anos nunca mais se calou com o gelado.

Belinhas provavelmente já ninguem se lembra do que são, umas bolachinhas redondas pequeninas cobertas de chocolate negro muito durinhas, que sairam de circulação há anos, eu pelo menos nunca mais as vi.

Na falta de belinhas arranjei um substituto, os filipinos de chocolate negro, que não foi o que o marido comprou!!!!!mas também serviram os de chocolate de leite!!!

Ingredientes:
200gr Bolacha de chocolate
1 lata Leite condensado
4dl Natas.

Coloque as bolachas dentro de um saco de plástico e com a ajuda de um rolo esmague-as e reserve.

Bata as natas até ganharem consistência de chantily e junte o leite condensado, envolvendo bem com uma colher de pau.

Junte as bolachas e mexa com movimentos envolventes e deite a mistura numa forma previamente passada por agua fria e leve ao congelador até ao momento de servir.

Deve-se ir mexendo de vez em quando, ao longo da congelação, para evitar que as bolachas se depositem no fundo.

Nota: É um gelado que fica muito doce, aguenta bem mais um pacote de natas.
Se se juntar uns frutitos secos, também fica bom.
Fica supercremosos e sem cristais de gelo