Entradas e petiscos, Ovos

>Omelete do marido

>De vez em quando não apetece fazer jantar e muito menos pensar no que fazer o marido lá se disponibiliza e inventa uns petiscos, ou faz algo mais simples, mas que tem sempre o seu toque pessoal, que não sei se é por não me darem trabalho, nem a fazer nem a pensar sabem-me pelos deuses.

Esta omelete foi um desses petiscos, a coisa mais simples mas que com uns ingredientes especiais, faz toda a diferença.

Ovos quanto baste
Chouriça e salpicão caseiro, que a minha sogra ainda faz.
Uma fatia de queijo só para enganar o sabor.
Umas rodelinhas de cebola, cortadas á maneira do cozinheiro.
Umas folhinhas de salsa picada.
Azeite.

Primeiro cortar os enchidos e a cebola e levar tudo a alourar um bocadinho no azeite.

Juntar os ovos batidos, o queijo e a salsa, envolver bem tudo e deixar cozinhar.

Enrolar ou dobrar a minha unica intervenção no processo e já está um petisco,

que dizem as más linguas é um sacrilégio acompanhar com chá, mas a mim é assim que me sabe bem.

Anúncios
Entradas e petiscos, Legumes, Ovos, Saladas

>Ovos verdes – Dia verde

>Esta vai ser a minha contribuição para o dia Verde, ainda que toda esta semana tenha tido uma grande componente verde.

Estes ovos de verde quase só têm o nome, mas é uma coisa que tenho na minha caixinha de memórias, porque era um petisco que a minha mãe fazia quando eu era pequena, depois não sei porquê deixou de fazer e eu nunca tinha feito cá em minha casa, ainda que goste bastante, há coisas que não tem uma explicação logica!!
Ainda bem que a Mary se lembrou destes dias coloridos para eu ficar a matutar na côr que gosto menos e me lembrar destes ovinhos que gosto tanto.

A receita é não tem nada de especial mas resulta muito bem e pode servir para várias ocasiões, tanto como entrada ou prato principal e até como petisco em festas.

Os ingredientes

Ovos
Salsa
Vinagre
Sal e pimenta a gosto.

Cozer os ovos e deixar arrefecer.

Partir os ovos ao meio e retirar a gema para um prato, amassar bem com um garfo e juntar um bom molho de salsa bem picadinha.

Temperar com sal e pimenta a gosto e juntar bastante vinagre, para quem gosta, se não juntar menos.

Voltar a encher os ovos

Passar por um ovo cru inteiro batido e levar ao lume a fritar, são apenas uns segundos de cada lado até o ovo cru fritar.

As aplicações são muitas, eu servi como refeição principal, com uma saladinha de alface frisada, cortada como se fossa para caldo verde, com delicias do mar lascadas e maçã cortada aos pedacinhos, fica bem com ananás também, mas eu não tinha.

Parece uma comidinha dietética não parece!!!!! mas se disser que no fim é tudo regado com maionese!!!!! que tal??

Legumes, Ovos

>Tortilha de batata e não só

>

Normalmente cá em casa nesta época em que há muitos espigos e grelos, comemos muito mais peixe cozido do que no resto do ano, porque gostamos muito destas verduras e por norma faço sempre a mais para depois fazer um tipo roupa-velha.

Desta vez decidi fazer diferente, porque esta semana, comprei uma revista que tinha lá duas tortilhas e lembrei-me de fazer.

Nunca tinha feito cá em casa e decidi experimentar, mas como de costume em vez de fazer a receita que vejo, aproveito para inventar e assim foi.

Com as batatas e grelos que tinham sobrado, mais

1 cebola

1 dente de alho

2 colheres de sopa de azeite

3 ovos

Sal e noz moscada q.b.

Piquei a cebola fininha e o alho e meti a alourar numa frigideira pequena antiaderente.

Depois juntei as batatas e os grelos, partidos aos pedacinhos, deixei cozinhar um bocadito e juntei os ovos batidos e temperados com sal e noz moscada.

Deixei cozinhar os ovos de um lado e com a ajuda de um prato raso virei e deixei cozinhar do outro.