Panquecas

>Panquecas de banana

>Voltei á carga nas panquecas, apanhei-lhe o gosto e não quero outra coisa, estou viciada nelas, já não servem só para o lanche,até já marcham na sobremesa, parecem um pouco fartabrutos mas sabem muito bem, sempre com chocolate claro, pelo menos para mim.

Há tempo tinha ficado com as de banana da ameixinha debaixo de olho e lá fui hoje buscar a receitinha, ficaram deliciosas no sabor e na consistencia.
A receita com ligeiras alterações.

1 chávena de farinha de trigo
1 colher de sopa de açúcar
2 colheres de chá de fermento
1/4 colher de chá de sal
1 ovo
1 chávena de leite meio gordo
2 colheres de sopa de óleo vegetal
2 bananas maduras, esmagadas

Primeiro juntar os ingredientes secos todos numa taça, farinha, açúcar, fermento e o sal, envolvendo bem tudo.

Depois noutra taça bater ligeiramente o ovo e juntar as bananas bem esmagadas, os restantes ingredientes liquidos, o óleo e o leite e mexer tudo.

Juntar a fase liquida na sólida e misturar tudo só um bocadinho, só até ficar tudo homogéneo, diz a autora 10 segundos ou a massa fica borrachuda, eu mexi até deixar de ver os grumos, porque 10 segundos me pareceu muito pouco.

Depois é só deitar uma concha de sopa do creme numa frigideira anti-aderente, bem quente e ligeiramente untada com manteiga e deixar cozer um pouco até se descolar, virar com a ajuda de uma espátula e deixar mais um pouco.

Passar para um prato e esperar que não venham os ratos roubá-las antes de terem tempo de chegar á mesa, foi o que me aconteceu desta vez algumas nem conseguiram chegar á mesa.

Anúncios
Panquecas

>Panquecas mais uma tentativa

>A primeira tentativa que fiz de panquecas foi falhada, não no sabor que ficaram boas e comeu-se tudo, mas no aspecto e consistencia, pareciam-me mais crepes do que própriamente panquecas, por isso fui ao  blog da ameixinha porque ela tem lá um monte delas com muito bom aspecto e copiei a receita que me pareceu mais equilibrada com outras que pesquisei, com umas variantes, como não podia deixar de ser, mas no essencial não alterei nada.

1 chavena e meia de farinha de trigo
1 colher de sobremesa de fermento
3 colheres de sopa de açúcar
1 colher de chá de sal
2 ovos
3 colheres de sopa de manteiga derretida
1 chavena e meia de leite
Outros aditivos, como canela, baunilha, bananas e por aí, ficam para quando a coisa já sair bem.

Misturar todos os ingredientes secos numa taça e noutra bater os ovos  junto com os  liquidos

Juntar tudo e deixar descansar meia hora

Com uma concha colocar a massa em numa frigideira com untada com manteiga e aquecida e em lume brando, esta parte eu esqueci-me e como o meu fogão é electrico as primeiras sairam tostadinhas.

O ponto certo para virar a panqueca é quando as bolinhas que vão surgindo na massa começarem a rebentar.

Nas primeiras tive alguma dificuldade em virá-las, porque deitei massa demais para ficarem fofinhas e altas, as ultimas já sairam um pouco melhor, mas ainda não estão á minha vontade.

No sabor estas ganharam sem dúvida, ficaram deliciosas, mesmo sem recheio, aliás o meu pequeno comeu as dele assim mesmo, nem o chocolate que ele adora o animou.
Eu experimentei com doce de tomate e com mel, mas o chocolate é o meu eleito e dúvido que volte a experimentar com outra coisa, tal como nos crepes, sou de ideias fixas, quando gosto de uma coisa acho desperdicio perder tempo a experimentar outras.
Panquecas

>Panquecas

>Andava já há muito tempo para experimentar as famosas panquecas, já que para além de nunca ter feito também nunca tinha comido, procurei uma receitinha, mas como estava com uma dose de preguicite aguda, fiz pela mais simples que encontrei, o sabor ficou bom, mas em expessura ficaram mais para crepes do que para panquecas, nada como aquelas bem altas e fofas que se vê por aí.

Não percebi bem onde falhei, se foi massa a menos ou frigideira grande demais, porque a quantidade de panquecas mesmo assim finas não foi muito grande.

1 chávena de farinha
1 chávena de leite
1 ovo
1 pitada de sal

Misturar bem todos os ingredientes de modo a que não se formem grumos de farinha, deve-se para isso juntar o leite no fim ao pouco e pouco.

Untar uma frigideira pequena e antiaderente com óleo ou manteiga e colocar um concha das pequenas de massa, assim que fizer bolhas à superfície, virar e cozinhar a panqueca do outro lado.

Repetir o processo até esgotar a massa.

Servir quentinhas, barradas com o que mais gostar, cá em casa o rei é o chocolate, mas com compota também gostámos.